Tag Archive | erotismo

HAIKAI DAS PALMADAS

 

10524689_616323908466833_5690912067293673265_n

Era tarde, e em minha bunda você batia
Enquanto isso, gemia
E em minha boca, seu desejo crescia.

 

Anúncios

ERO-RÍTMICO.

Imagem

Deixo-a excitada pra mim,

molhada e tensa, no auge de sua extrema beleza,

suavemente te inclino, beijando suas costas,

submissa pra mim, te digo assim:

“vem, vem bem puta pra mim!”

penetrando devagar, seu gemido por um estante,

me tira o ar,

parece uma virgem de tão sensível,

sua penugem ensopada me convida a explorá-la.

dedilho com dedicação,

como uma harpa sagrada.

A sinfonia são seus gemidos,

numa batida perfeita,

deixo-a criar seu próprio ritmo,

sou um mero espectador da sua lascívia.

Lascívia que contagia e ilumina.

Irradia meu dia,

aquece minhas tardes ,

e encendeia as minhas noites.

ESTÍMULOS

image

Ao procurar no dicionário encontramos a definição de língua como órgão externo responsável por auxiliar na mastigação e o paladar . Sem ela nada de sentir o doce, o amargo, o quente e o frio.

É responsável  também pela articulação dos sons. Sem língua, nenhum ah!

Encontramos também a Língua como linguagem e conjuntos de expressões sonoras partilhados pelos seres humanos. Entre coisas sérias e importantes, um monte de sacanagem que aprendemos a pronunciar para nos expressar.

Seres humanos. Seres sacanas. Sedentos por estímulos. 

Mas como toda essa fisiologia e linguística parece ser insignificante quando vejo sua boca e sua língua desse jeito?

E é nisso que penso quando vejo você e sua boca: sugá-la, beijá-la e sentir ela deslizando em mim. Sussurrando em meus ouvidos, estimulando meus mamilos e deslizando em direção a fonte de meu prazer.

Um puta estímulo para mim é vê-la pela manhã passando um batom nos lábios, mostrando a língua pra mim me provocando, ou passando a língua nos lábios quando estás ressecada.

Fico louco. Esqueço das origens, das definições e de todo o resto. Esqueço do mundo. Dos problemas. Quero saber apenas de nós e o que você faz com essa língua.

Língua essa que me manipula verbalmente, me chupa, me engole e me devora.

Língua essa que me provoca. Me explora. Me enlouquece e vai embora.