Archive | Maio 2014

ERO-RÍTMICO.

Imagem

Deixo-a excitada pra mim,

molhada e tensa, no auge de sua extrema beleza,

suavemente te inclino, beijando suas costas,

submissa pra mim, te digo assim:

“vem, vem bem puta pra mim!”

penetrando devagar, seu gemido por um estante,

me tira o ar,

parece uma virgem de tão sensível,

sua penugem ensopada me convida a explorá-la.

dedilho com dedicação,

como uma harpa sagrada.

A sinfonia são seus gemidos,

numa batida perfeita,

deixo-a criar seu próprio ritmo,

sou um mero espectador da sua lascívia.

Lascívia que contagia e ilumina.

Irradia meu dia,

aquece minhas tardes ,

e encendeia as minhas noites.

BALADA DA DONA MORTE

Imagem

“Vago,

Divago,

Devagar chego longe,

Nos pensamentos mais sombrios,

Nos medos que o cercam,

No frio do inverno que chega.

Apenas observo.

Calculo passo a passo,

a hora de chegar,

Sou aquela que todos querem, que esperam quando sofrem,

mas quando chega, arrepios causa.

Sou fria, porém justa.

Não conteste minha figura.

Que seu descanso seja eterno.

Pois a morte, no fim  é a cura. ”

 

Ilustração by Javier Gonzales Pacheco